Autor Tópico: Pier -> montagem  (Lida 3719 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Offline Miguel Lopes

  • Grupo Galáctico
  • Astro-Avançado
  • *****
  • Mensagens: 1810
  • Karma: +0/-0
    • Ver Perfil
Pier -> montagem
« em: Março 31, 2007, 07:48:17 pm »
Continuando o assunto do observatório, estou a analisar a questão do adaptador do pier de concreto para a montagem CG5.

Vi este exemplo interessante:


O tipo foi inteligente e adaptou a cabeça do tripé para fazer a adaptação.
As minhas questões:

- Aquele espaço vazio a meio é para pôr lá a mão para aparafusar a montagem ao adaptador?
- Arranjam-se daqueles parafusos gigantes cá em Portugal?
- Presumo que aqueles parafusos também dêem para ajustar a altura total do pier, estou correcto?
« Última modificação: Janeiro 01, 1970, 01:00:00 am por Miguel Lopes »
"a astrologia é a ciência dos ignorantes, a astronomia é a dos que se sentem ignorantes" - Miguel Lopes

Offline Fil

  • Moderador Global
  • Astro-Avançado
  • *****
  • Mensagens: 2621
  • Karma: +5/-0
    • Ver Perfil
(sem assunto)
« Responder #1 em: Abril 01, 2007, 12:35:21 pm »
Viva,

Aquele espaço vazio serve várias funções.. A menos útil e mais cómica para a assistência prende-se com ter lá a mão, e mais equipamento do que o peso que os parafusos suportam :D
Ok, desculpem a piada.. Agora mais a sério..
- Esse espaço, primordialmente serve para ajustar a montagem de forma que fique horizontal. Para isso deveriam lá estar só 3 parafusos para facilitar o ajuste, sendo este feito num parafuso de cada vez (e não em 2 ou 3 de um vez).
- Por outro lado, já o parafuso da montagem esta ali, realmente serve também para se enfiar uma chave para prender a montagem lá.

- aqueles parafusos gigantes arranjam-se (vi no Leroy Merlin, mas o AKI se calhar também tem) e são mais parecidos com eixos roscados que com parafusos. Ou seja, são uns parafusos sem-fim (ou quase) que se cortam à medida :)

- os parafusos permitem ajustar a altura, mas atendendo ao número de voltas a dar para enroscar ou desenroscar multiplicado pelo número de parafusos deve ser pouco prático fazer isso muitas vezes.. Quando menor for aquele "buraco para meter a mão", mais estável deve ficar..

- Já agora, o facto de ser feito em madeira parece interessante como forma de absorver vibrações..
« Última modificação: Janeiro 01, 1970, 01:00:00 am por Fil »
Fil.
GOAAA

(sem assunto)
« Responder #1 em: Abril 01, 2007, 12:35:21 pm »

Offline Miguel Lopes

  • Grupo Galáctico
  • Astro-Avançado
  • *****
  • Mensagens: 1810
  • Karma: +0/-0
    • Ver Perfil
(sem assunto)
« Responder #2 em: Abril 01, 2007, 04:03:19 pm »
Obrigado pelo esclarecimento e pela indicação de onde posso comprar.
Não vou fazer em madeira, achei estas fotos na net e eram muito exemplificativas. O pier por si já absorve tudo. Estou a pensar em cerca de 30cm de diamentro, tendo em conta que ele tem quase 2 metros.
A madeira é chata de trabalhar e sobre pressão ganha folgas.
Estive a ver um estudo de um gajo no cloudy nights e para a altura que eu pretendo, 30cm absorve qualquer vibração instantâneamente.
O tipo chegou à conclusão que o diametro não é para suportar maior peso, mas para absorver mais rapidamente vibrações.

Já agora, o que acham da adaptação que ele fez da cabeça do tripé?
« Última modificação: Janeiro 01, 1970, 01:00:00 am por Miguel Lopes »
"a astrologia é a ciência dos ignorantes, a astronomia é a dos que se sentem ignorantes" - Miguel Lopes

Offline Fil

  • Moderador Global
  • Astro-Avançado
  • *****
  • Mensagens: 2621
  • Karma: +5/-0
    • Ver Perfil
(sem assunto)
« Responder #3 em: Abril 01, 2007, 04:46:59 pm »
Pois madeira e folgas, normalmente andam em conjunto.. e se acrescentarmos humidade ao barulho.. ui.. Acho que serve bem em tripés, mas não em pedestais porque normalmente pensa-se num pedestal como algo fixo, inamovível, e que só precisa de ser ajustado uma vez num observatório...  Se for montado todos os dias, não tem problema :)
Citação de: "Miguel Lopes"
..O tipo chegou à conclusão que o diametro não é para suportar maior peso, mas para absorver mais rapidamente vibrações.
Err... mais ou menos.. Não tenho a certeza disto, mas imagino a coisa de forma ligeiramente diferente. Digamos que uma variação no diâmetro é mais influente em quanto o pedestal "dobra", do que outras coisas - como a espessura do cilindro. Ou seja, se se aplicar uma força transversal ao comprimento no topo do pedestal, ele vai "mover-se" menos com um aumento de diâmetro do tubo do que com um mesmo aumento em espessura.
Citação de: "Miguel Lopes"
Já agora, o que acham da adaptação que ele fez da cabeça do tripé?
Bom, ele é jeitoso, não haja dúvidas.. Mas em relação à forma como o tripé original da montagem está preso ali, não sei bem.. parece-me não estar muito mal., mas.
aquilo está preso com 6 chapas em L, enroscadas com 12 parafusos à madeira com uns espaçadores. :? Ainda para mais, se os contrapesos ficarem do lado marcado com o "N" (Norte), vai fazer mais peso desse lado do que do outro lado, onde só há 1 perna do tripé presa por 4 parafusos à madeira e 2 chapas dobradas em L.. A montagem está presa ao fundo das tábuas todas, mas se aqueles espaçadores ou as chapas de metal flectirem..  Não sei..
« Última modificação: Janeiro 01, 1970, 01:00:00 am por Fil »
Fil.
GOAAA

Offline dario.rostirolla

  • Astro-Curioso
  • **
  • Mensagens: 53
  • Karma: +0/-0
    • Ver Perfil
(sem assunto)
« Responder #4 em: Abril 02, 2007, 04:31:00 pm »
Que dizer? Está ótimo...

Minha sugestão é construir algo que não saia do lugar quando tropeçar nele rss... já tive problemas com isso.
« Última modificação: Janeiro 01, 1970, 01:00:00 am por dario.rostirolla »

(sem assunto)
« Responder #4 em: Abril 02, 2007, 04:31:00 pm »