Autor Tópico: [Duvida] Ortoscópica de 4mm ou 5mm?  (Lida 13031 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Offline AJC

  • Moderador Global
  • Astro-Curioso
  • *****
  • Mensagens: 144
  • Karma: +0/-0
  • Sexo: Masculino
    • Ver Perfil
    • Astronomia e Música
Repetindo dia 23 de fevereiro
« Responder #30 em: Março 04, 2007, 07:33:52 pm »
Citação de: "Guilherme de Almeida"

Quando estamos com uma amplificação relativamente alta, por exemplo 150x-200x, para escurecer o céu, e procurar um objeto pequeno, de aparência ainda estelar a 40x-50x (por isso vamos para as 150x-200x), o campo de uma ocular de 50º é diminuto e os objectos que parecem estar no centro do campo do buscador (bem alinhado) podem já estar fora do campo do telescópio.


Abraço
GA


Olá Guilherme,
E foi exatamente isso que escrevi dia 23 de fevereiro de 2007:"...esses ítens acima (para facilidade de apontamento com oculares de grande campo) só se justificam em grandes aumentos..."
« Última modificação: Janeiro 01, 1970, 01:00:00 am por AJC »
AstroSaudações,
http://astronomiaemusica.no.comunidades.net/index.php?pagina=1980008586
Três Marias - Minas Gerais - Brasil
AJC - pesquisador da AAVSO 100 ANOS - 1911 / 2011

Offline AJC

  • Moderador Global
  • Astro-Curioso
  • *****
  • Mensagens: 144
  • Karma: +0/-0
  • Sexo: Masculino
    • Ver Perfil
    • Astronomia e Música
Plossl com Barlow 2X
« Responder #31 em: Fevereiro 01, 2010, 05:31:59 am »
Citação de: "joao marum"
se considerasses uma plossl com barlow, talvez fosse mais versátil para observação de outras coisas.
Se já estiveres bem servido em termos de outras oculares para céu profundo, eu diria para ir para a ortoscópica. Em termos de puro contraste, são das melhores que existem. Tem bastante menos vidro na frente do que a opção plossl com barlow.

Pensando nesta relação de plossl com barlow, escrevi isto:

RELAÇÃO ENTRE AUMENTO, CAMPO DA OCULAR E MONTAGEM;

Quando se estima um aumento para um telescópio não se deve apenas levar em conta a abertura e a turbulência atmosférica mas também a trepidação causada pela operação manual e o campo final observado. Esses fatores são fortemente influenciados pelo tipo de montagem e o campo da ocular. Na prática fica muito desconfortável uma observação, sem acompanhamento, acima de 240X, independentemente da abertura e condições climáticas, conforme a tabela abaixo:

Montagem..............Azimutal...Azimutal...Azimutal...Azimutal
Slow Motion............Não.........Sim.........Não .......Sim
Campo da ocular......52 graus...52 graus...68 graus...68 graus
Aumento...............150X.......180X........180X.......200X

Montagem.............Equatorial...Equatorial...Dobsoniana...Dobsoniana
Slow Motion...........Sim..........Sim...........Não............Não
Campo da ocular......52 graus....68 graus.....52 graus......68 graus
Aumento...............200X........240X..........180X..........200X

Uma outra conclusão interessante é que a maioria dos telescópios que admitem grandes aumentos possuem distâncias focais superiores a 800mm, tornando as oculares abaixo de 4mm, desnecessárias. Considerando-se o uso de uma barlow de 2X, na prática, a ocular de menor foco seria acima de 8mm. Isso simplifica a observação, diminuindo os gastos com equipamentos e tornando a prática da astronomia mais acessível e muito mais simples. Um conjunto de apenas 4 oculares (40, 32 e 25mm de 52 graus de campo, 9mm, de 68 graus) e  uma barlow de 2X, seria suficiente para contemplar as imensas possibilidades e alvos astronômicos nas mais diversas observações com ajuste manual no acompanhamento dos astros.
« Última modificação: Janeiro 01, 1970, 01:00:00 am por Guest »
AstroSaudações,
http://astronomiaemusica.no.comunidades.net/index.php?pagina=1980008586
Três Marias - Minas Gerais - Brasil
AJC - pesquisador da AAVSO 100 ANOS - 1911 / 2011

Plossl com Barlow 2X
« Responder #31 em: Fevereiro 01, 2010, 05:31:59 am »