Autor Tópico: A Via Láctea e os Sete Anões  (Lida 1045 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Offline PauloSantos

  • Grupo Galáctico
  • Astro-Avançado
  • *****
  • Mensagens: 1541
  • Karma: +0/-0
    • Ver Perfil
A Via Láctea e os Sete Anões
« em: Janeiro 15, 2007, 02:38:07 am »
Não existe outra forma de dizê-lo: a nossa Galáxia é uma destruidora. Já devastou galáxias no passado e voltará a fazê-lo no futuro. Cada galáxia que consome faz com que fique maior. Se há dúvidas que continua a crescer, basta olhar para o anel de galáxias que orbita a Via Láctea que serão desfeitas e as suas estrelas assimiladas por ela.

Os investigadores descobriram sete (ou eventualmente oito) galáxias anãs a orbitarem a Via Láctea que estão ainda relativamente intactas mas que poderão vir a espiralar em direcção a esta e eventualmente ser destruidas pela gravidade. Cada galáxia anã contém cerca de um milhão de estrelas evidenciando algumas dessas estrelas já sinais de se querer desagregar.


As sete (eventualmente oito) novas galáxias anãs.
Crédito: Vasily Belokurov, SDSS-II


A descoberta foi feita analisando grupos de estrelas no Sloan Digital Sky Survey (SDSS-II). Trata-se de uma base de dados que cobre cerca de um quinto do céu que está disponível aos astrónomos para a sua investigação.

O SDSS-II é um recurso ímpar para os astrónomos devido a possuir imagens cuja profundidade e cores múltiplas permitem a detecção de objectos muito mais ténues do que aqueles que eram anteriormente visíveis.

Os astrónomos aceitam que muitas, ou talvez todas as estrelas que neste momento se encontram no halo e no disco da Via Láctea poderão ter começado como galáxias anãs que se terão agregado umas às outras. Estas galáxias anãs seriam assim os restos de um banquete galáctico prévio.


A eventual oitava galáxia anã Leo-T .
Crédito: Mike Irwin, SDSS-II


Os sete novos satélites da Via Láctea encontram-se próximo do Pólo Norte Galáctico. Existem duas novas anãs na constelação de Canes Venatici (os Cães de Caça), uma em Bootes (o Boieiro), uma em Leo (o Leão), uma em Coma Berenices (Cabeleira de Bernice), uma na Ursa Major (a Ursa Maior) e uma em Hercules (Hércules).

A eventual oitava galáxia anã apresenta-se nos limites da atracção gravitacional da Via Láctea. Esta galáxias apresentam uma população de estrelas mista (jovens e velhas), apresentando ainda hidrogénio molecular, o que significa que parece indicar que ainda consegue a formação de estrelas.

Fonte: Centro de Ciência Viva do Algarve
« Última modificação: Janeiro 01, 1970, 01:00:00 am por PauloSantos »
Paços de Brandão/Stª Mª Feira

Latitude 40º 58\' 01"
Longitude -8º 34\' 59"
Altura 138m