Autor Tópico: Nasa prepara lançº do Discovery e espera não ser o último!  (Lida 763 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Offline PauloSantos

  • Grupo Galáctico
  • Astro-Avançado
  • *****
  • Mensagens: 1541
  • Karma: +0/-0
    • Ver Perfil
A Nasa levou na sexta-feira o trem espacial Discovery para uma plataforma de lançamento, na esperança de deixar para trás os problemas expostos pelo desastre de 2003 com o Columbia e iniciar uma última rodada de vôos antes que a frota de ônibus espaciais seja aposentada.

O Discovery está sendo preparado para o lançamento em julho, no segundo e último vôo de testes da Nasa depois do acidente do Columbia, que se desintegrou ao voltar para a atmosfera terrestre.

Um vôo bem sucedido permitirá à Nasa retomar a construção da Estação Espacial Internacional e possivelmente estender o período de vida do seu adorado telescópio espacial Hubble.

Os ônibus espaciais devem continuar voando até 2010, mas qualquer problema grave na missão de julho deve provocar sua aposentadoria prematura e prejudicar os planos da Nasa de manter sua qualificada força de trabalho enquanto uma nave substituta está sendo desenvolvida.

"Se voarmos e tivermos um outro acidente será o fim do programa," disse recentemente Wayne Hale, gerente de ônibus espaciais da Nasa, a jornalistas.

Um obstáculo importante à decolagem do Discovery é a aprovação do novo tanque de combustível da nave.

O tanque, que contém o combustível congelado consumido pelos três motores do ônibus durante os oito minutos de ascensão à órbita, foi modificado duas vezes desde a explosão do Columbia. O gasto total será de 2 bilhões de dólares.

Desde o primeiro vôo dos ônibus, há 25 anos, pedaços da espuma de isolamento térmico do tanque se desprendem durante o lançamento. Em 2003, um desses pedaços atingiu uma asa do Columbia, provocando a explosão na volta à atmosfera.

Depois disso, a Nasa alterou a forma e o local de aplicação da espuma, e lançou o Discovery em 2005 para testar o novo projeto.

Falhou, embora desta vez a agência tenha tido mais sorte, pois a espuma não danificou a fuselagem. Mas os lançamentos foram novamente suspensos, à espera de mais consertos.

Para este segundo vôo de testes, a Nasa adotou as mudanças mais radicais já ocorridas nos tanques. Técnicos removeram dois longos blocos de espuma, que eram aplicados manualmente por spray e serviam de "pára-vento" aos cabos e dutos de pressurização.

Em junho, os gerentes da Nasa vão discutir os resultados de vários testes em túneis de vento para decidir se o tanque é seguro.

"Não temos uma instalação na Terra onde possamos examinar todo o ônibus e fazê-lo passar por todo o perfil do vôo para ver como se sai", disse Steve Lindsey, comandante do Discovery.

"Dá para testar peças, mas no final é preciso dizer: 'Ok, isso é tudo que podemos fazer no chão, é hora de voar'."

Enquanto isso, a Nasa tenta dar um empurrão inicial no programa que prevê a volta de astronautas à Lua. A agência espera que uma nova nave, o Veículo Tripulado de Exploração, faça seu primeiro vôo-teste menos de dois anos depois da data prevista para a aposentadoria dos ônibus.

"A Nasa precisa abandonar o negócio de voar com ônibus espaciais. Todo mundo concorda", disse Howard McCurdy, professor de Políticas Públicas da Universidade Americana, em Washington.

A Nasa quer cumprir seu compromisso com a construção da estação espacial, um projeto multinacional, antes de deslocar sua força de trabalho para o programa de exploração lunar.

Se isso não der certo, diz McCurdy, em vez de serem levados para as plataformas de lançamento da Flórida, os ônibus serão levados para museus.

Fonte: Irene Klotz in Yahoo News
« Última modificação: Janeiro 01, 1970, 01:00:00 am por PauloSantos »
Paços de Brandão/Stª Mª Feira

Latitude 40º 58\' 01"
Longitude -8º 34\' 59"
Altura 138m