Autor Tópico: A Índia fará a sua primeira viagem à Lua com a ajuda da Nasa  (Lida 769 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Offline PauloSantos

  • Grupo Galáctico
  • Astro-Avançado
  • *****
  • Mensagens: 1541
  • Karma: +0/-0
    • Ver Perfil
A Índia realizará a sua primeira viagem à Lua com a ajuda da agência espacial americana (Nasa), que assinou no passado dia 9 um histórico acordo para transportar dois equipamentos da Nasa a bordo de sua primeira missão lunar, prevista para 2008.

A Índia acerta os últimos detalhes para sua sonhada viagem (não tripulada) à Lua, depois que a China - considerada sua "concorrente natural" - se adiantou na corrida espacial e sem se importar com o custo total de US$ 85 milhões da missão.

Os Estados Unidos e a Índia realizarão experiências científicas conjuntas na superfície lunar a partir do acordo firmado entre o director da Nasa, Michael Griffin, e o presidente da Organização de Pesquisa Espacial Indiana (Isro), G. Madhavan Nair, cooperação que já é considerada um marco na corrida espacial indiana.

Griffin, primeiro chefe da agência espacial americana a visitar a Índia nos últimos 30 anos, garantiu que "a Nasa se sente honrada de participar da missão lunar indiana" e que o acordo "é uma importante aliança para o avanço na exploração da Lua".

A missão "Chandrayaan-I", a grande aposta espacial indiana e que colocará o país "à altura de seus rivais", sairá da Terra no final de 2007 ou no início de 2008, e a sua principal missão será pesquisar a distribuição local dos minerais e dos elementos químicos, além de produzir mapas tridimensionais da superfície lunar.

Os instrumentos da Nasa que se juntarão à missão são o "Mini Synthetic Aperture Radar", criado pelo Laboratório de Física Aplicada da Universidade Johns Hopkins, e o "Moon Minerology Napper", desenvolvido conjuntamente pela Universidade Brown e pelo Laboratório de Propulsão de Motores de Nasa.

Enquanto o primeiro instrumento possui a função de detectar a presença de água nas regiões permanentemente escuras da região polar da Lua, o Napper é um equipamento que registra e estuda as características dos minerais que se encontram na superfície lunar.

Entre as 16 propostas internacionais, foram selecionados os dois instrumentos americanos, além de quatro equipamentos da Agência Espacial Europeia e um da Bulgária para a Chandrayaan-I. Nesta semana foi adiado o acordo para que um astronauta indiano seja treinado na Nasa para fazer parte da tripulação de um foguete americano.

"Poderemos treinar, mas não temos nenhum lugar livre nos próximos oito anos", disse Griffin.

Segundo os responsáveis das duas agências espaciais, o acordo assinado hoje na Central de Satélites da Isro em Bangalore, no sul da Índia, pode ser o primeiro passo para a assinatura de outros convénios entre ambos os países na área aeroespacial.

"Esperamos que haja mais missões de cooperação no espaço, já que sempre pensamos que juntos podemos conseguir mais. Com os importantes avanços na Astronáutica, é uma vantagem utilizar as capacidades e os conhecimentos de cada um", assinalou Nair.

Griffin acrescentou que seu desejo é estender a pesquisa humana a todo o sistema solar, e que e os EUA e a Índia serão aliados em muitos projetos científicos e técnicos ainda mais desafiadores.

O acordo é visto na Índia como mais um sinal da aproximação entre os dois países, depois do distanciamento provocado pelos testes nucleares de Nova Délhi em 1998 e da aproximação entre indianos e soviéticos durante a Guerra Fria.

A nova fase nas relações bilaterais foi ressaltada pelo próprio presidente dos Estados Unidos, George W.Bush, durante a sua recente visita a Nova Délhi, onde decidiu com seu colega indiano, Manmohan Singh, o aumento da cooperação entre as duas partes na exploração espacial.

Fonte: Agência EFE in Notícias Yahoo
« Última modificação: Janeiro 01, 1970, 01:00:00 am por PauloSantos »
Paços de Brandão/Stª Mª Feira

Latitude 40º 58\' 01"
Longitude -8º 34\' 59"
Altura 138m