Autor Tópico: Multimilionária abre uma nova página no turismo espacial  (Lida 856 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Offline Tiago Dias

  • Astro-Curioso
  • **
  • Mensagens: 166
  • Karma: +0/-0
    • Ver Perfil
Multimilionária abre uma nova página no turismo espacial
« em: Setembro 18, 2006, 04:14:51 pm »
Multimilionária abre uma nova página no turismo espacial

Agência EFE
 
 
 
Armando Pérez Moscou, 18 set (EFE).- A milionária americana de origem iraniana Anousha Ansari começou hoje o primeiro vôo turístico de uma mulher ao espaço, em viagem a bordo da nave russa "Soyuz TMA-9", com destino à Estação Espacial Internacional (ISS).

Em companhia do cosmonauta russo Mikhail Turin e do americano Michael Lopez-Alegria, Ansari voa em direção à ISS a bordo da nave "Soyuz TMA-9", lançada hoje pelo foguete "Soyuz-FG" de uma base no Cazaquistão.

"Um sorriso feminino encantador tomou conta do turismo espacial hoje", afirmou a televisão estatal russa, que pela primeira vez transmitiu ao vivo o lançamento de uma nave tripulada a partir da base de Baikonur.

Tal como estava programado, a nave desprendeu-se do "Soyuz-FG" às 8h09 de Moscou (1h09 de Brasília).

"O lançamento da "Soyuz TMA-9" transcorre normalmente e todos os seus sistemas funcionam com normalidade e os tripulantes estão em perfeito estado", disse Valeri Lindin, porta-voz do Centro de Controle de Vôos Espaciais da Rússia (CCVE), citado pela agência russa "Itar-Tass".

Durante a transmissão do lançamento, foi possível ver a ignição dos propulsores do foguete e sua decolagem, enquanto uma voz no Centro de Controle comunicava: "O vôo transcorre com normalidade".

Nove minutos depois do lançamento, a "SoyuzTMA-9" se separou do foguete e ficou em uma órbita transitória de 200 quilômetros de altura máxima e 200 quilômetros de distância mínima.

Esta é uma das fases do vôo que podem causar mais danos à saúde dos três tripulantes, inclusive a Lopez-Alegria e Turin, que, embora já tenham ido ao espaço, viajam pela primeira vez nas naves "Soyuz".

Concluída a fase de separação do foguete portador, a "Soyuz TMA-9" iniciou seu vôo autônomo em direção à ISS, à qual se acoplará na próxima quarta-feira, às 2h28 de Brasília.

A partir da primeira volta em torno da Terra, Ansari, Turin e Lopez-Alegria puderam tirar as roupas especiais, o que lhes permitirá adaptar-se melhor às condições de ausência de gravidade.

Segundo Lindin, os médicos recomendaram a Ansari movimentar-se o menos possível, evitar os movimentos bruscos de cabeça e, sobretudo, os esforços físicos durante a viagem.

Devido ao pequeno espaço da nave, o vôo de ida é incômodo e Ansari e seus companheiros terão que se conformar com refeições frias, porque não há um fogareiro a bordo da nave russa.

Mesmo diante da perspectiva de uma viagem incômoda, Ansari estava muito animada nas horas anteriores ao lançamento.

"Recomendamos a Ansari que se tranqüilizasse para evitar sensações desagradáveis durante a viagem, porque queremos que nosso turista se sinta feliz o tempo todo", disse à televisão Vladimir Solovyov, chefe do programa de vôos tripulados do CCVE.

A viagem de Ansari é uma prova de fogo para a promoção do turismo espacial, um dos novos setores em desenvolvimento na exploração do cosmos.

Eric Anderson, executivo da empresa americana Space Adventures, disse recentemente que uma viagem de dez dias à ISS nas naves russas já custa, no mínimo, US$ 25 milhões, e não US$ 20 milhões como a imprensa havia afirmado.

A empresa, que trabalha com a agência espacial russa Roscosmos, organizou a viagem de Ansari e de outros três milionários, dois americanos e um sul-africano, que viajaram à ISS a bordo de naves "Soyuz".

No final de agosto, a Roscomos informou que o custo dos vôos espaciais para turistas aumentaria US$ 1,6 milhão devido à inflação.

Mas a alta no preço da viagem não desanimou Ansari, que também patrocina um prêmio de US$ 10 milhões para a empresa privada que desenvolver naves espaciais turísticas.

"O mais interessante será dormir próximo à escotilha, contemplar a Terra e pensar em coisas muito pessoais", disse Ansari horas antes de dar início a sua aventura.

Durante sua permanência de dez dias no espaço, Ansari, de 40 anos, realizará dois experimentos da Agência Espacial Européia e um terceiro do consórcio aeroespacial russo Energia.

Turin e Lopez-Alegria substituirão o russo Pavel Vinogradov e o americano Jeffrey Williams, que integram a atual tripulação da ISS-13 junto ao alemão Thomas Reiter.

Vinogradov e Williams deixarão a ISS depois de quase seis meses em órbita, e Reiter, que chegou no ônibus espacial "Discovery" em julho, permanecerá a bordo e será o terceiro tripulante da ISS-14.

Turin e Lopez Alegria trabalharão na ISS por pelo menos seis meses, e Ansari permanecerá a bordo por oito dias. Ela deve voltar à Terra no dia 29 na companhia de Vinogradov e Williams a bordo da "Soyuz TMA-8". EFE apl mac/dgr
« Última modificação: Janeiro 01, 1970, 01:00:00 am por Tiago Dias »

Offline PauloSantos

  • Grupo Galáctico
  • Astro-Avançado
  • *****
  • Mensagens: 1541
  • Karma: +0/-0
    • Ver Perfil
(sem assunto)
« Responder #1 em: Setembro 25, 2006, 06:34:11 pm »
Citar
A milionária Anousha Ansari, que cumpriu hoje seu quinto dia na Estação Espacial Internacional (ISS), disse estar "acostumada" à vida a bordo, assim como os cinco astronautas que estão com ela na plataforma.

"Logicamente, meu estado em órbita é diferente do da Terra, mas reajo adequadamente e me acostumei a esta situação", disse Ansari em uma videoconferência com a imprensa no Centro de Controle de Vôos Espaciais da Rússia, nos arredores de Moscou.

Rodeada pelos astronautas de Rússia, Estados Unidos e Alemanha, Ansari afirmou que em nenhum momento sentiu enjôos, como ocorreu com a soviética Valentina Tereshkova, a primeira mulher cosmonauta da história.

"Não aconteceu nada parecido comigo", afirmou a empresária de 40 anos, a primeira mulher dos quatro milionários que pagaram pelo menos US$ 20 milhões para voar nas naves russas Soyuz e passar mais de uma semana a bordo da ISS.

Ansari permanecerá nove dias na ISS, o que representa um recorde, porque os três turistas anteriores ficaram apenas oito dias a bordo.

A americana acrescentou que está desenvolvendo todas as atividades que tinha pensado em fazer no laboratório da estação, inclusive um ciclo de experimentos para a Agência Espacial Européia e o consórcio espacial russo Energia.

"Por enquanto, é cedo para falar sobre estes experimentos, ainda falta analisar seus resultados", ressaltou.

Além disso, Ansari participará de várias sessões com radioamadores de todo o mundo, entrevistas pela internet, fará fotos e gravará em vídeo os momentos mais importantes de sua viagem.

Na videoconferência, o cosmonauta russo Pavel Vinogradov e o astronauta americano Jeffrey Williams, que se preparam para seu retorno à Terra, informaram que todos os sistemas de ISS funcionam perfeitamente.

"Tudo funciona corretamente na ISS", disse Vinogradov, ao minimizar uma falha ocorrida na semana passada com o sistema Elektron, um dos três equipamentos que produzem oxigênio a bordo.

Segundo Vinogradov, após o conserto de uma peça defeituosa neste domingo, os cosmonautas conectarão este sistema na terça-feira, que gera oxigênio a partir da eletrólise de água.

Vinogradov acrescentou que continua o processo de substituição das duas expedições, a ISS-13 - integrada por ele, Williams e o alemão Thomas Reiter -, a bordo desde julho, e a ISS-14.

A ISS-14 é integrada pelo russo Mikhail Tyurin e o americano Michael López-Alegria, que chegaram com Ansari a bordo da Soyuz TMA-9 na quinta-feira.

A partir de sexta-feira, Reiter, que permanecerá mais três meses a bordo da ISS, se tornará o terceiro integrante da ISS-14, e no registro dos vôos tripulados ficará como membro das duas expedições, a ISS-13 e a ISS-14.

Uma vez concluída a substituição das expedições, no dia 29 Ansari, Vinogradov e Williams retornarão à Terra a bordo da Soyuz TMA-8, atualmente acoplada à ISS.

A Soyuz TMA-9, na qual Ansari viajou, ficará acoplada à estação para o retorno da ISS-14 em seis meses.

Segundo o programa de vôos, a ISS-14 fará quatro caminhadas espaciais e 44 experimentos científicos, alguns deles pela primeira vez e outros antigos com equipamentos novos.

Em uma dessas caminhadas, Tyurin deve lançar uma bola de golfe com um taco especial para um anúncio publicitário de uma empresa canadense de artigos esportivos.

Durante sua missão, os tripulantes da ISS-14 também deverão receber dois vôos das naves americanas e apoiar a acoplagem de duas naves russas de carga Progress.

Agência EFE


Texto retirado da página: Yahoo News
« Última modificação: Janeiro 01, 1970, 01:00:00 am por PauloSantos »
Paços de Brandão/Stª Mª Feira

Latitude 40º 58\' 01"
Longitude -8º 34\' 59"
Altura 138m

Offline Tiago Dias

  • Astro-Curioso
  • **
  • Mensagens: 166
  • Karma: +0/-0
    • Ver Perfil
(sem assunto)
« Responder #2 em: Setembro 25, 2006, 07:42:57 pm »
Desculpa não ter metido a fonte.
Mas nunca me lembro disso, e sei que faço mal.

Abraços.
« Última modificação: Janeiro 01, 1970, 01:00:00 am por Tiago Dias »

Offline PauloSantos

  • Grupo Galáctico
  • Astro-Avançado
  • *****
  • Mensagens: 1541
  • Karma: +0/-0
    • Ver Perfil
(sem assunto)
« Responder #3 em: Setembro 25, 2006, 09:30:12 pm »
Citação de: "Tiago Dias"
Desculpa não ter metido a fonte.
Mas nunca me lembro disso, e sei que faço mal.

Abraços.

Pois, isso tb foi verdade... Mas o meu post anterior não foi com esse intuito :)
É uma nova noticia sobre o mm assunto 8)
Cumps
« Última modificação: Janeiro 01, 1970, 01:00:00 am por PauloSantos »
Paços de Brandão/Stª Mª Feira

Latitude 40º 58\' 01"
Longitude -8º 34\' 59"
Altura 138m