Autor Tópico: Polémica ronda preparação para lançamento da Discovery  (Lida 646 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Offline PauloSantos

  • Grupo Galáctico
  • Astro-Avançado
  • *****
  • Mensagens: 1541
  • Karma: +0/-0
    • Ver Perfil
Polémica ronda preparação para lançamento da Discovery
« em: Junho 29, 2006, 02:19:25 pm »
A Nasa está preparando o lançamento da nave espacial Discovery, que levará sete astronautas e milhares de moscas ao espaço numa missão questionada por alguns dos técnicos que a dirigem.

O lançamento da Discovery está previsto para sábado, no Centro Espacial Kennedy, na Flórida, na segunda missão desde que o Columbia explodiu, em 1 de fevereiro de 2003, quando voltava à Terra com sete tripulantes a bordo.

O comandante da missão de 12 dias, Steven Lindsey, que já fez outras duas viagens ao espaço, uma como piloto e uma como comandante em naves, e os outros seis membros da tripulação chegaram na terça-feira a Cabo Canaveral.

A equipa é composta por Mark Kelly, de 42 anos, Lisa Nowak, de 43, Michael Fossum, de 48, Stephanie Wilson, de 39, o britânico naturalizado americano Piers Sellers, de 51, e o alemão Thomas Riester, de 48 anos, que ficará na Estação Espacial Internacional por 145 dias.

Sellers e Fossum farão caminhadas espaciais, presos ao compartimento de carga da Discovery com cabos de 26 metros de comprimento. As naves espaciais americanas são a principal ferramenta para a construção da estação, que orbita a cerca de 395 quilómetros da Terra. Desde a catástrofe do Columbia, a troca de tripulantes e o transporte de materiais para a estação foram feitos pelas naves russas Soyuz e veículos de carga não tripulados russos.

A preparação do vôo está rodeada de polémicas, especialmente depois que a Nasa decidiu afastar o principal engenheiro desta missão da Discovery, o astronauta Charlie Camarda, que expressou pontos de vista divergentes em relação ao lançamento.

Camarda foi membro da tripulação da mesma nave no vôo de julho de 2005, o primeiro após o desastre do Columbia. O engenheiro distribuiu há dois dias entre o pessoal da Nasa um e-mail no qual elogiou os funcionários e técnicos que "deram a cara e apresentaram suas opiniões divergentes e os motivos pelos quais não acham este vôo conveniente".

Outros técnicos da agência espacial já tinham recomendado que a missão fosse adiada, pois acreditam que a Nasa não conseguiu resolver os problemas que causaram a explosão do Columbia e se repetiram sem maiores conseqüências quando a Discovery iniciou sua missão no ano passado.

Os problemas persistem em uma seção da camada de espuma isolante que cobre o gigantesco tanque de combustível sobre o qual a nave está instalada no momento do lançamento.

Durante o lançamento do Columbia, há três anos, o desprendimento de pedaços dessa espuma danificou alguns painéis numa asa da nave.

Quando o Columbia retornou à atmosfera terrestre, gases inflamados penetraram na nave por essa brecha e o vaivém espacial desintegrou-se, matando seus sete tripulantes.

No primeiro lançamento da Discovery, há um ano, também houve o desprendimento de pedaços similares de espuma, mas nenhum deles bateu na nave.

Entre as várias missões e experimentos incluídos no programa da Discovery está o transporte de um container com milhares de moscas-das-frutas adultas e outros milhares de embriões que amadurecerão, transformando-se em moscas quando a nave retornar, 12 dias após o lançamento. Também serão levadas para o espaço várias provetas cheias com um fungo chamado Beauveria bassiana.

Os cientistas que dirigem este experimento querem saber de que forma vários meses de estadia no espaço afetariam o sistema de imunidade dos humanos, e para isso usarão as moscas, cujo ciclo de vida é mais curto.

Assim que a Discovery trouxer as moscas e os fungos à Terra, os cientistas poderão observar a resposta de seus sistemas de imunidade.

Fonte: Agência EFE in Yahoo News
« Última modificação: Janeiro 01, 1970, 01:00:00 am por PauloSantos »
Paços de Brandão/Stª Mª Feira

Latitude 40º 58\' 01"
Longitude -8º 34\' 59"
Altura 138m

Offline PauloSantos

  • Grupo Galáctico
  • Astro-Avançado
  • *****
  • Mensagens: 1541
  • Karma: +0/-0
    • Ver Perfil
(sem assunto)
« Responder #1 em: Junho 30, 2006, 12:57:59 pm »
A Nasa anunciou hoje que está tudo pronto para o lançamento do Discovery neste sábado em uma missão de 12 dias rumo à Estação Espacial Internacional (ISS).

O lançamento, a partir do Centro Espacial Kennedy de Cabo Canaveral, na Flórida (EUA), está previsto para as 16h49 (de Brasília), e a única preocupação é o mau tempo que poderia levar ao adiamento da missão, disseram fontes oficiais.

"Foi um longo ano de trabalho árduo", disse o subdiretor do programa de naves, John Shannon, em uma coletiva de imprensa em Cabo Canaveral, ao anunciar o sinal verde para o lançamento.

As missões com ônibus espaciais tinham sido suspensas em julho do ano passado após o desprendimento de uma camada de isolamento do tanque externo da nave.

Esse mesmo problema causou, em 1º de fevereiro de 2003, o acidente do ônibus espacial Columbia, que se desintegrou quando ia concluir o que tinha sido até então uma bem-sucedida missão científica de 16 dias. No desastre, morreram seus sete tripulantes.

Fontes da Nasa disseram que, embora as operações preliminares para o lançamento tenham sido realizadas sem maiores contratempos, a única preocupação que persiste são as condições climáticas.

Tempestades elétricas e a chuva impediram hoje que os técnicos da agência espacial concluíssem tarefas de abastecimento de combustível para os geradores de eletricidade durante o vôo.

Além disso, os serviços meteorológicos indicaram hoje que existe 60% de chance de ocorrer tempestades que levariam ao adiamento do lançamento da missão.

Da mm fonte.
« Última modificação: Janeiro 01, 1970, 01:00:00 am por PauloSantos »
Paços de Brandão/Stª Mª Feira

Latitude 40º 58\' 01"
Longitude -8º 34\' 59"
Altura 138m