Autor Tópico: Duplo Vortex no Polo Sul de Venus  (Lida 1595 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Offline igomes

  • Astro-Principiante
  • ***
  • Mensagens: 337
  • Karma: +0/-0
    • Ver Perfil
Duplo Vortex no Polo Sul de Venus
« em: Junho 27, 2006, 09:58:37 am »
A sonda Venus Express descobriu que existe um vortex atmosférico no polo sul de Venus. Isto é produzido devido à rotação a alta velocidade dos ventos combinado com a reciclagem de ar quente na atmosfera.
Uma estrutura similiar tinha sido observada no polo Norte do planeta.
Os scientistas ainda não sabem a razão destes dois vortexes mas descobriram que a atmosfera do planeta é maioritariamente composta de CO2 (Dióxido de Carbono) que se dissocia em CO e O2 (Oxigénio) quando os raios do sol penetram na atmosfera.






Fonte : ESA
« Última modificação: Janeiro 01, 1970, 01:00:00 am por igomes »
Galactica M51 Team powaaaa \":)\"
Konichiwa mina-san ^^

Vendo : Clio 2 1.2 16V Expression - Cor Cinza Perola - 59000km - Revisão aos 52000km - Pneus novos - Inspeccionado ...Interessados contactem-me por Mensagem Privada...

[ur

Offline PauloSantos

  • Grupo Galáctico
  • Astro-Avançado
  • *****
  • Mensagens: 1541
  • Karma: +0/-0
    • Ver Perfil
(sem assunto)
« Responder #1 em: Junho 29, 2006, 06:39:07 pm »
Mais detalhes deste assunto:

A nova missão da Agência Espacial Europeia (ESA) em Vénus descobriu que o planeta tem um misterioso e estranho duplo vórtice, que gira sobre o pólo sul do planeta.

O duplo redemoinho, formado por ventos com a força de um furacão da máxima potência, foi descoberto pela missão Venus Express em sua primeira volta o redor do planeta, acrescentou a agência.

Algumas missões anteriores ao planeta mais próximo da Terra já haviam identificado vórtices desse tipo no pólo norte venusiano, assim como uma certa atividade atmosférica deste tipo no pólo sul.

Os ventos de Vénus sopram a centenas de quilômetros por hora e esse fenômeno, combinado com uma natural reciclagem do ar quente, pode ser a causa de os vórtices se concentrarem nos pólos.

No entanto, para os cientistas da ESA, a grande incógnita é por que o vórtice recém-descoberto é duplo.

"Ainda sabemos pouco sobre os mecanismos que unem a super-rotação dos ventos com os pólos", admitiu Hakan Svedhem, um dos cientistas da missão.

"Também não somos capazes de explicar por que a circulação atmosférica global do planeta ocasiona um duplo vórtice e não apenas um. Os vórtices atmosféricos são estruturas muito complexas, inclusive na Terra", acrescentou.

A Venus Express é a primeira missão européia dedicada a esse planeta e foi colocada em órbita em 11 de abril, com scanneres destinados a decifrar a enigmática atmosfera venusiana.

A temperatura da superfície de Vénus é de 457 graus Celsius (855 Fahrenheit), maior do que a de Mercúrio, o planeta mais próximo do Sol.

A atmosfera venusiana é composta por 96% de dióxido de carbono.

Fonte: Noticias.terra.com.br
« Última modificação: Janeiro 01, 1970, 01:00:00 am por PauloSantos »
Paços de Brandão/Stª Mª Feira

Latitude 40º 58\' 01"
Longitude -8º 34\' 59"
Altura 138m