Autor Tópico: constelações de estrelas que observamos.  (Lida 1216 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Offline mrcfer13

  • Astro-Novato
  • *
  • Mensagens: 1
  • Karma: +0/-0
    • Ver Perfil
constelações de estrelas que observamos.
« em: Setembro 08, 2008, 11:53:15 pm »
Oi pessoal sou novo aqui no forum e estava pesquisando na internet e não consegui encontrar mais acho que aqui eu vou ter ajuda.

Essas constelações de estrelas que a gente vê no céu a constelção das três marias, cruzeiro do sul, escorpião etc, essas constelações elas ficam dentro ou fora do nosso sistema solar?

por exemplo eu olhando a constelação de escorpião lá tem a antares que é uma estrela muito maior que o nosso sol mais essa constelação é dentro ou fora do sistema solar? e as outras constelações?  :sunny:  :sunny:
« Última modificação: Janeiro 01, 1970, 01:00:00 am por Guest »

Offline Fil

  • Moderador Global
  • Astro-Avançado
  • *****
  • Mensagens: 2621
  • Karma: +5/-0
    • Ver Perfil
Re: constelações de estrelas que observamos.
« Responder #1 em: Setembro 09, 2008, 09:18:41 am »
Olá mrcfer13, bem-vindo ao fórum, :) se quiseres fazer uma apresentação podes fazê-la neste tópico.

Em relação à pergunta, o Sistema Solar é o sistema de planetas, asteróides e outro "entulho" espacial :), formado aqui à volta da nossa estrela, o Sol. No nosso caso, o nosso Sistema Solar só tem uma estrela e entre os planetas que por aqui andam, está o nosso..
Cada estrela terá a sua zona circundante com ou sem planetas, com mais poeiras ou menos detritos..

Portanto o nosso sistema solar é bastante pequeno comparado com a distância entre as estrelas.. A Luz que vem reflectida de Júpiter até nós demora 45 minutos a chegar cá, mais ou menos.. A que vem das estrelas mais próximas leva poucos anos, e as mais longínquas muitos mais anos! (Por acaso não sei qual a ordem de distâncias a que estão algumas das estrelas que se vêem a olho)

Como as estrelas estão bem longe, até o facto de vermos umas brilhantes a poucos graus de distância no céu, não significa que elas estejam perto umas das outras. O brilho engana, e tanto podem ser mais brilhantes por serem maiores e mais luminosas ou por estarem mais perto. Só olhando para elas não dá para distinguir! As linhas imaginárias que nós usamos para as unir servem só para nós nos orientarmos olhando aqui da Terra. As estrelas estarão lá em cima algures, mas se mudarmos de estrela, as constelações vão se deformar. As estrelas que estejam mais perto de nós irão estar num sítio mais distante de onde estavam, embora as estrelas mais longínquas se mantenham perto de onde as víamos antes. Basta imaginar muitos berlindes penduradas em fios a partir do tecto numa sala grande, e se nós nos mexermos vamos ver os berlindes mudar de posição entre si..
« Última modificação: Janeiro 01, 1970, 01:00:00 am por Guest »
Fil.
GOAAA