Autor Tópico: Compra de Esferómetro  (Lida 2638 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Offline paulos

  • Mensagens: 35
  • Karma: +0/-0
    • Ver Perfil
Compra de Esferómetro
« em: Julho 27, 2008, 02:19:10 pm »
Olá Pessoal,

Ando para comprar um esferómetro mas em boa verdade a oferta é escassa, pelo menos no que descobri.

 Em Portugal apenas encontrei uma loja que vende material da Altay e que tem um esferómetro muito barato (27 euros) com uma suposta precisão de 0,005 mm. Aparentemente até é perfeitamente suficiente, mas este tipo de material não está vocacionado para o trabalho cientifico e mais rigoroso e como tal tenho algumas dúvidas, até pelo preço... :s
Também não queria gastar 250 euros num Mitutoyo.

Sabem de alguma loja que os tenha bons e baratos?

Abraço
P
« Última modificação: Janeiro 01, 1970, 01:00:00 am por Guest »

Offline nunomac

  • Astro-Principiante
  • ***
  • Mensagens: 439
  • Karma: +1/-0
    • Ver Perfil
    • http://nmac.apaaweb.com
Re: Compra de Esferómetro
« Responder #1 em: Julho 27, 2008, 02:26:38 pm »
Olá! tens um na surplusshed mas não é tão preciso:

http://www.surplusshed.com/pages/item/m1535d.html

Presumo que queiras fazer um espelho não??? Já houve pessoal que os fez com este mesmo, mas
sem experimentar não sei... por acaso também ando a pensar comprar um.

Já mandei vir material de lá é rápido e não estoira com os bolsos do pessoal...  :-D
« Última modificação: Janeiro 01, 1970, 01:00:00 am por Guest »
Cumprimentos,
Nuno Carregueira (aka nMAC)
-----------------------------------
http://nmac.apaaweb.com

Offline paulos

  • Mensagens: 35
  • Karma: +0/-0
    • Ver Perfil
Re: Compra de Esferómetro
« Responder #2 em: Julho 27, 2008, 03:24:07 pm »
Viva,

Pois, esse é ao estilo do da Altay, sendo que só tem precisão de 0,01. Mais a mais, com os portes e as taxas a coisa deve andar ela por ela e sendo assim o da Altay compensa mais.

Não me importo de gastar um pouco mais, desde que o instrumento perdure no tempo pela sua qualidade e robustez.

Abraço
« Última modificação: Janeiro 01, 1970, 01:00:00 am por Guest »

Offline Guilherme de Almeida

  • Grupo Galáctico
  • Astro-Principiante
  • *****
  • Mensagens: 316
  • Karma: +6/-0
  • Sexo: Masculino
    • Ver Perfil
    • artigosediversos
Re: Compra de Esferómetro
« Responder #3 em: Maio 23, 2009, 09:04:05 pm »
Olá, Paulos e Nunomac

Só agora vi os vossos "post"s. Mas, para responder, preciso de saber uma coisa: qual é a ideia?
O que querem fazer com o esferómetro, ou que tipo de uso lhe vão dar?

A minha pergunta até parece (pode parecer) estranha, mas, na verdade, se é para o que estou a imaginar, não será preciso usar nenhum esferómetro.

Céus limpos
Guilherme de Almeida
« Última modificação: Janeiro 01, 1970, 01:00:00 am por Guest »
Guilherme de Almeida

Offline paulos

  • Mensagens: 35
  • Karma: +0/-0
    • Ver Perfil
Re: Compra de Esferómetro
« Responder #4 em: Setembro 20, 2009, 05:46:49 pm »
No meu caso, é para uma aventura tecnológica na manufactura de um espelho parabólico. Projecto a começar por volta de Dezembro/Janeiro.

Cumprimentos
« Última modificação: Janeiro 01, 1970, 01:00:00 am por Guest »

Offline Guilherme de Almeida

  • Grupo Galáctico
  • Astro-Principiante
  • *****
  • Mensagens: 316
  • Karma: +6/-0
  • Sexo: Masculino
    • Ver Perfil
    • artigosediversos
Re: Compra de Esferómetro
« Responder #5 em: Setembro 20, 2009, 06:10:18 pm »
Caro Paulos

A parabolização á feita com o aparelho de Foucault. Não é com esferómetro.

Presumo que quer o esferómetro para medir (indirectamente) o raio de curvatura da superfície enquanto está a esmerilar a calote esférica inicial. Ou seja, durante o desbaste e esmerilamento, pretende controlar o raio de curvatura e indirectamente a distância focal f=R/2. Desse modo saberá quando já esta perto da curvatura pretendida. E para ir ir controlando essa curvatura durante a marcha do trabalho, até ao polimento da calote esférica (que seguidamente será parabolizada).

Há boas notícias. Também não precisa de esferómetro para isso. Embora a superfície de vidro desbastada com carborundo grosso digamos, 60 ou 90 , ...120 (em seco) não seja suficientemente reflectora, ela já reflecte bem se estiver molhada com água.

Voltando o espelho  para o Sol (ainda apenas desbastado), seguro em ambas as mãos e molhado com água, e focando  a imagem do Sol sobre uma parede (de modo a obter o menor disco luminoso possível sobre uma parede vertical, junto a uma esquina), poderá medir a distância focal do que virá a ser o seu futuro espelho. Basta que, enquanto faz isso, uma outra pessoa, com fita métrica, meça a distância do vértice do espelho à parede.
Note que quando a superfície  fica seca, deixa de ser possível fazer este teste porque o vidro despolido, a seco, não apresenta reflexão especular, mas apenas reflexão difusa. Pode sempre voltar a molhar a superfície.

Era assim que se fazia em 1969, 1970 na Oficina de Óptica do Planetário Gulbenkian, em Lisboa.

Abraço
Guilherme de Almeida
« Última modificação: Janeiro 01, 1970, 01:00:00 am por Guest »
Guilherme de Almeida