Autor Tópico: Problemas com HEQ5  (Lida 3750 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Offline pf64

  • Mensagens: 11
  • Karma: +0/-0
    • Ver Perfil
Problemas com HEQ5
« em: Outubro 26, 2007, 02:39:04 pm »
Tenho uma montagem SW  HEQ5 modelo antigo sem GoTo , com um o tubo
Newton 200/1200 f/6, fixo a uma dovetail de 13” ,  noto que quando
fixo uma estrela ou planeta  treme no sentido do eixo AR, tanto que
ao usar o comando neste eixo  a 2x <-> o movimento é uniforme e não
treme nada, mas depois de parar vem novamente a tremura.

Notei depois que se aliviar o travão do eixo AR treme um pouco menos
contudo não o suficiente, para ter um objecto estático. Se solto um
pouco mais o travão  o motor deixa de ter tracção.

O tubo encontra-se bem contra-balançado, de tal forma que em qualquer
posição que o deixe , ele não descai.

Ao fixar o travão depois de centrado o objecto ele afasta-se do centro
da ocular no sentido do eixo AR. Quanto maior for o aperto maior é o
movimento de afastamento.

Experimentei com um tudo Newton 152/762 f/5 e com este funciona
na perfeição.

Será peso a mais ??  (Tubo c/anéis e dovetail +/- 11Kg)
Será necessário algum re-aperto ?
Problemas no motor AR ?

Agradeço desde já qualquer ajuda.

Cumprimentos
Paulo Ferreira
« Última modificação: Janeiro 01, 1970, 01:00:00 am por Guest »
Cumprimentos,
Paulo Ferreira

Offline rogercrespo

  • Astro-Amador
  • ****
  • Mensagens: 500
  • Karma: +0/-0
    • Ver Perfil
Re: Problemas com HEQ5
« Responder #1 em: Outubro 26, 2007, 04:22:43 pm »
Olá,

se funcionou com um outro tubo então o problema não será da montagem... Diria que o problema é do balanceamento da carga... Tenta verificar o balanceamento quer em RA quer no DEC.

Abraço
« Última modificação: Janeiro 01, 1970, 01:00:00 am por Guest »

Offline pf64

  • Mensagens: 11
  • Karma: +0/-0
    • Ver Perfil
Re: Problemas com HEQ5
« Responder #2 em: Outubro 26, 2007, 05:46:57 pm »
Olá,

não, do balanceamento certamente não é, pois já perdi muito tempo a confirma-lo
e ele está bastante bem equilibrado.

Penso que o comprimento e o peso devam estar na origem do problema, mas o
curioso é que em todas as experiencias com o tubo  mais pequeno,nunca esteve
devidamente balanceado.

Cumprimentos
Paulo Ferreira
« Última modificação: Janeiro 01, 1970, 01:00:00 am por Guest »
Cumprimentos,
Paulo Ferreira

Offline rogercrespo

  • Astro-Amador
  • ****
  • Mensagens: 500
  • Karma: +0/-0
    • Ver Perfil
Re: Problemas com HEQ5
« Responder #3 em: Outubro 26, 2007, 06:02:31 pm »
Mas não tens o peso do tubo mais pesado para um dos lados? Por causa do focador, buscador, ou outra coisa?

Se não tiveres então deverá ser do limite de peso... O que acho estranho pois uma HEQ5 deveria aguentar com 11kg... penso eu...

Estive a ler uns mails antigos e vi que há pessoal a fazer fotografia com uma EQ5 e um newton de 8".

Já reparas-te se nas noites que tentas-te não estava vento?

Abraço
« Última modificação: Janeiro 01, 1970, 01:00:00 am por Guest »

Offline Orion_PKFD

  • Grupo Galáctico
  • Astro-Avançado
  • *****
  • Mensagens: 1228
  • Karma: +1/-0
    • Ver Perfil
    • http://astro-andregoncalves.blogspot.com/
Re: Problemas com HEQ5
« Responder #4 em: Outubro 26, 2007, 06:24:30 pm »
Se e um newton entao os aneis ficam ligeiramente mais perto do primario...uma HEQ5 devia aguentar bastante bem um newton desses...mas se o outro funciona...

Experimenta uins vibration pads se conheceres alguem q tenha....mas isso e mt estranho
« Última modificação: Janeiro 01, 1970, 01:00:00 am por Guest »

Offline pf64

  • Mensagens: 11
  • Karma: +0/-0
    • Ver Perfil
Re: Problemas com HEQ5
« Responder #5 em: Outubro 26, 2007, 08:15:08 pm »
Já comprei uma dovetail de 8" e outra de 13" e com a ultima
já consigo mais estabilidade, talvez pelo maior afastamento dos aneis.

O tubo é de um dobson sw com 112cm, e o buscador não estou a usar o
o de 9x50 mas apenas um rigel de plastico.

Já abri a tampa dos motores e não parece haver folga entre as rodas dentadas
dos motores e da montagem, será que pode ter folga no eixo AR ?
Ao travar o objecto desloca-se tambem em AR.

Cumps.
« Última modificação: Janeiro 01, 1970, 01:00:00 am por Guest »
Cumprimentos,
Paulo Ferreira

Offline rogercrespo

  • Astro-Amador
  • ****
  • Mensagens: 500
  • Karma: +0/-0
    • Ver Perfil
Re: Problemas com HEQ5
« Responder #6 em: Outubro 27, 2007, 02:07:14 am »
Mas se com o outro tubo funciona bem não me parece que o problema seja da montagem...

Que dizes?
« Última modificação: Janeiro 01, 1970, 01:00:00 am por Guest »

Offline pf64

  • Mensagens: 11
  • Karma: +0/-0
    • Ver Perfil
Re: Problemas com HEQ5
« Responder #7 em: Outubro 27, 2007, 09:24:25 am »
Ok, concordo, mas o que me leva a pensar ser da montagem é o facto do
outro tubo ser muito mais pequeno e muito mais leve.

Basta um peso de 5Kg para equlibrar minimamente o tubo de 6", equanto
que com o de 8" varia entre 12/12,5 Kg conforme a carga (buscadores, barlow , webcam),
mas a realidade é que apenas o tubo e uma ocular ortho de 6 bastante leve
já se nota bastante o efeito.

Cumps
P.Ferreira
« Última modificação: Janeiro 01, 1970, 01:00:00 am por Guest »
Cumprimentos,
Paulo Ferreira

Offline Guilherme de Almeida

  • Grupo Galáctico
  • Astro-Principiante
  • *****
  • Mensagens: 316
  • Karma: +6/-0
  • Sexo: Masculino
    • Ver Perfil
    • artigosediversos
Re: Problemas com HEQ5
« Responder #8 em: Outubro 27, 2007, 05:39:12 pm »
Olá

O principal problema é o facto de o tubo ser comprido.

OK, o tubo está equilibrado estaticamente, ou seja, não tem posição preferencial quando largado, tanto em relação ao eixo AR como em relação ao eixo de declinação. Mas, sendo o tubo comprido, o seu momento de inércia é maior, em relação a um eixo transversal que passa pelo centro de massa. Qualquer pequena oscilação armazena muito maior energia cinética de rotação (do que um tudo de igual peso, mas curto), bem mais difícil de travar.

De facto, os limites de carga de uma montagem (para um dado tipo de utilização) são limitados por três parâmetros

a) O peso do tubo.

b) O diâmetro do tubo (pois um tubo mais grosso vai afastar o centro de massa do tubo em relação à dovetail). Assim sendo, um tubo mais grosso, e de igual massa, comporta-se (para efeitos do equilíbrio em relação ao eixo polar) como se fosse mais pesado.

c) O comprimento do tubo (pelas razões acima citadas.


Como se pode ver, não é apenas o peso do tubo (OTA) que interessa. As anteriores considerações b) e c) significam que:

1. Uma dada montagem pode suportar, por exemplo, um tubo de 10 kg se for de 120 mm de abertura, mas apenas 7 kg ou 8 kg, se for de 200 mm de abertura.  Isto também funciona no sentido inverso: se um tubo for de menor diâmetro (e igual comprimento), a montagem poderá suportar um peso um pouco maior, e nem será preciso usar um contrapeso de maior massa.

2. Uma dada montagem pode suportar um tubo de 10 kg e e de um dado diâmetro, se o tubo tiver (por exemplo) 1 m de comprimento, mas só suportar um tubo de  6 ou 7 kg, de igual massa e diâmetro, se esse tubo tiver 1,5 m de comprimento.


NOTA IMPORTANTE: Convém saber que o momento de inércia de um tubo (em relação a um eixo perpendicular ao comprimento e passando pelo centro de massa) é proporcional ao quadrado do seu comprimento, pelo que um tubo 2 vezes mais comprido que outro agrava o problema 4 vezes***. O caso das lunetas é mais problemático ainda, pois têm a maior parte da sua massa concentrada nos extremos: de um lado a pesada objectiva na sua célula, do outro lado o pesado tubo traseiro com o focador, diagonal, ocular e buscador.
Os MCT também têm muita cnventração de massa nos xtremos, mas o tubo é curto.
Os newtonianos têm bastante massa do lado do primário, mas do outro lado a aranha é relativamente leve e os restantes componentes já não estão na ponta do tubo.

*** E um aumento de 20% no comprimento do tubo agrava o problema em 44% (porque 1,2^2=1.44).

Boas observações
Guilherme de Almeida
« Última modificação: Janeiro 01, 1970, 01:00:00 am por Guest »
Guilherme de Almeida

Offline rogercrespo

  • Astro-Amador
  • ****
  • Mensagens: 500
  • Karma: +0/-0
    • Ver Perfil
Re: Problemas com HEQ5
« Responder #9 em: Outubro 27, 2007, 07:36:16 pm »
Está então explicado cientificamente!

Obrigado pela explicação Guilherme!
« Última modificação: Janeiro 01, 1970, 01:00:00 am por Guest »

Offline Orion_PKFD

  • Grupo Galáctico
  • Astro-Avançado
  • *****
  • Mensagens: 1228
  • Karma: +1/-0
    • Ver Perfil
    • http://astro-andregoncalves.blogspot.com/
Re: Problemas com HEQ5
« Responder #10 em: Outubro 28, 2007, 12:51:39 pm »
Espetaculo!

Desvantagem de f/5:um bocado de coma
Vantagem:curtinho para a motagem ;-)

Loool :lol:

Abraço
« Última modificação: Janeiro 01, 1970, 01:00:00 am por Guest »

Offline pf64

  • Mensagens: 11
  • Karma: +0/-0
    • Ver Perfil
Re: Problemas com HEQ5
« Responder #11 em: Outubro 28, 2007, 01:04:30 pm »
Obrigado , Guilherme por esta resposta bastante esclarecedora!

Cumprimentos,
Paulo Ferreira
« Última modificação: Janeiro 01, 1970, 01:00:00 am por Guest »
Cumprimentos,
Paulo Ferreira

Offline pf64

  • Mensagens: 11
  • Karma: +0/-0
    • Ver Perfil
Re: Problemas com HEQ5
« Responder #12 em: Outubro 30, 2007, 02:49:40 pm »
Ultima experiencia

Domingo à tarde com a luz do dia e alguma teimosia quis fazer mais uma
experiencia com a montagem HEQ5, para tentar apurar a origem da tremideira
em AR.

Comecei por instalar o equipamento na sala. Equilibrei o mais possível
o tubo com os anéis, depois coloquei o conjunto na montagem e coloquei
os contrapesos até ter um equilíbrio do conjunto (11,5Kg).

Ligados os motores, após várias opções o alvo escolhido foi uma
janela a +/-140m em forma de semicírculo protegida com gradeamento em
ferro pintado de vermelho.

A 60x já se notava ligeiramente a tremura, mas a 133x já era bem notório
o gradeamento a tremer. Fui verificando todos os parafusos da montagem
mas o efeito final era sempre o mesmo.

Só quando desligava os motores ou quando carregava continuamente na tecla
esquerda do movimento em AR em que o mesmo é parado, é que deixava de tremer.

Ficou claro também que quando toco no tubo ou montagem leva alguns segundos
a estabilizar até ficar aparentemente estático, mas logo após ligados os
motores vem novamente a tremura.

Por ultimo retirei o Newton de 8” f/6, deixei apenas um contrapeso de 5kg
no extremo do varão e coloquei o Newton 6” /5 .

A 127x apontei exactamente para o mesmo gradeamento que se mantinha-se
estático apenas com o movimento óbvio do eixo AR.

Definitivamente chego mais uma vez à triste conclusão que esta montagem
é "alérgica" a tubos de 8” com 112cm de comprimento…

Moral  do teste : o tubo Newton f/6 voltou para a sua montagem Dobsoniana
e a HEQ5 ficou com o amigo mais pequeno gentilmente emprestado pelo
amigo Aleixo à espera de melhores dias. :?

Cumprimentos
Paulo Ferreira
« Última modificação: Janeiro 01, 1970, 01:00:00 am por Guest »
Cumprimentos,
Paulo Ferreira

Offline Fil

  • Moderador Global
  • Astro-Avançado
  • *****
  • Mensagens: 2621
  • Karma: +5/-0
    • Ver Perfil
Re: Problemas com HEQ5
« Responder #13 em: Outubro 30, 2007, 04:28:23 pm »
Será que consegues meter peso em cima da montagem de modo a que ele não interfira com o seguimento? Algo como enfiar um contrapeso num cabide na saída do buscador polar do lado Norte ? A ideia seria só tentar ver se por acaso o maior peso provoca alguma fricção maior nalgum sítio para que ele comece a andar aos solavancos.. Isto com o telescópio "leve", claro.. Seria tentar reproduzir com o telescópio "leve" o mesmo que aparece no "pesado"..
O passo seguinte seria enfiar igual peso do lado dos contrapesos e do lado do telescópio até ficar parecido com o telescópio pesado. dois garrafões de água presos com uma cordel servem.. Este segundo teste seria para explorar a questão do momento angular.

São ideias..
« Última modificação: Janeiro 01, 1970, 01:00:00 am por Guest »
Fil.
GOAAA

Offline rjsc2001

  • Astro-Curioso
  • **
  • Mensagens: 127
  • Karma: +0/-0
    • Ver Perfil
Re: Problemas com HEQ5
« Responder #14 em: Outubro 31, 2007, 09:25:36 am »
Olá a todos

Já experimentou mover o eixo RA manualmente? sem os motores? tentar simular o movimento dos motores. Se não houvesse tremura o problema seria dos motores, certo? é possivel substitui-los?

ricardo
« Última modificação: Janeiro 01, 1970, 01:00:00 am por Guest »
Ricardo